Resfriador de leite: o que é, para que serve e como funciona

ByPaulo Pinto

abr 14, 2021
Leite vaca fresco

O resfriamento do leite é uma das práticas mais essenciais para a manutenção de sua qualidade, evitando a proliferação de microrganismos que alteram suas características e propriedades de forma negativa.

O investimento em um resfriador pode ser a melhor opção para produtores de leite, empresas e cooperativas do setor e uma alternativa à forma mais utilizada no processo de produção, que é o transporte do leite cru em latões.

Neste modelo, o leite, em latões de até 50 litros, é recebido por carreteiros autônomos nos pontos de coleta. A grande desvantagem é que os pontos de coleta ficam distantes das propriedades, o leite fica exposto no sol esperando a coleta e há a possibilidade de atrasos nas entregas.

Por isso, resfriar o leite por meio desses equipamentos pode ser muito vantajoso, mantendo a qualidade do produto e otimizando a produção e a entrega. 

Conheça um pouco mais sobre os resfriadores de leite e como eles podem transformar de forma positiva todo processo de produção de leite.

O que é um resfriador de leite?

O resfriador de leite – também conhecido como tanque de expansão – é um tanque térmico confeccionado em aço inoxidável, que pode ser fechado ou com tampa, onde é depositado o leite após a ordenha.

Após ser ordenhado, o leite chega ao resfriador numa temperatura próxima dos 40º C e precisa ser resfriado até atingir uma temperatura que pode variar entre 3ºC e 6ºC, o que contribui para a diminuição da multiplicação de microrganismos e manutenção da qualidade do produto que é armazenado. 

Qual a função do resfriador de leite?

Como o próprio nome sugere, o resfriador é um equipamento cuja principal função é diminuir a temperatura do leite pós ordenha, retirando o seu calor, e mantendo-a constante para evitar a proliferação de bactérias, aumentando, portanto, sua conservação até a recolha, entrega e comercialização.

A importância do uso de resfriadores de leite

Agregar um resfriador de leite na sua produção traz muitas vantagens e é muito importante em todo o processo de beneficiamento e fabricação de produtos derivados como manteigas, iogurtes, queijos, entre outros, pois todos esses produtos dependem da boa qualidade do leite. 

O aumento de sua conservação por meio do resfriamento, pode trazer muitas vantagens e benefícios como:

  • Redução de custos;
  • Melhor sabor e qualidade no processamento de derivados;
  • Redução das perdas do produto, que quando mal armazenado pode pode se tornar muito ácido e ser desqualificado por isso; 
  • Flexibilidade no horário da ordenha e otimização para o sistema de coletas;
  • O produtor pode conseguir melhores preços e aumentar seus ganhos;
  • Redução nos custos do transporte.

Como funcionam os resfriadores de leite

Para conservar o leite na temperatura ideal, os resfriadores funcionam com um sistema parecido com os princípios de funcionamento de uma geladeira.

Os equipamentos que fazem parte do conjunto para o bom funcionamento do tanque – condensador, compressor e gás – retiram o calor do tanque, que aumenta devido a temperatura do leite após ser ordenhado e leva-o para o ambiente externo, e um mecanismo agitador do leite que opera todo o tempo, auxilia para que a temperatura se mantenha uniforme.

Existem nos mercado resfriadores nos mais variados tamanhos – partindo daqueles com capacidade para 300 litros – e diferentes modelos, que podem ser horizontais e verticais em versões fechadas e abertas.

Cuidados com os resfriadores de leite

Para garantir que o produto tenha o melhor armazenamento possível e se mantenha conservado até sua recolha, é necessário se atentar para alguns cuidados ao manusear um resfriador de leite.

Os cuidados nas instalações e manutenção do equipamento –  limpeza e a higiene – é muito  importante para assegurar que o leite terá a melhor qualidade possível.

A instalação deve levar em conta cuidados indispensáveis com a parte elétrica, para evitar problemas, por isso é recomendado o uso de estabilizadores de tensão para proteção do equipamento e a necessidade de aterramento para garantir a segurança na operação.

Além disso, a limpeza e higienização dos resfriadores com produtos adequados são imprescindíveis para evitar a contaminação do leite, tanto a lavagem com jatos de soluções detergente alcalino-clorada quanto a lavagem manual ou mecanizada são indispensáveis.

Na hora de escolher o resfriador adequado, muitos aspectos devem ser levados em consideração, como a qualidade do equipamento, a temperatura mínima de resfriamento, sua capacidade, a eficiência energética, o preço e sua manutenção.

Avaliando todos esses pontos e qual a sua necessidade enquanto produtor, fica fácil descobrir quais os melhores equipamentos e aqueles que valem mais a pena investir.

Agora você conhece um pouco mais como funciona um resfriador de leite, como ele pode transformar de forma positiva a dinâmica da produção em qualquer propriedade e as vantagens de adquirir um equipamento como esse e sua importância em todo o processo de beneficiamento, recolha, transporte e produção.